Acerca de mim

A minha foto

O que eu sinto, eu não ajo. O que ajo, não penso. O que penso, não sinto. Do que sei, sou ignorante. Do que sinto, não ignoro. Não me entendo e ajo como se me entendesse.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

#7





Sem comentários:

Enviar um comentário